Durante júri, jovem acusado de homicídio é absolvido
Terça-feira | 23 de Abril de 2024  |    (67) 3291-3668  |    67 99983-4015   
 (67) 3291-3668  |    67 99983-4015   
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Terça-feira | 02 de Abril de 2024    17h11

Durante júri, jovem acusado de homicídio é absolvido

Absolvido, réu teve alvará de soltura expedido após julgamento no Fórum de Campo Grande.

Fonte: CGNews
Foto: (Henrique Kawalminanmi, CGNews)

Eduardo Ferreira, de 21 anos, acusado de ajudar a matar o morador de rua Fábio Aparecido da Silva de Oliveira em maio de 2022, sentou no banco dos réus da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande nesta terça-feira (2) e acabou absolvido.

Na denúncia oferecida pelo Ministério Público, Eduardo e Célio Aparecido da Silva Santos seriam réus por homicídio qualificado por motivo torpe que dificultou a defesa da vítima, mas em outubro de 2023 Célio foi assassinado pelos colegas de cela dentro Instituto Penal de Campo Grande (IPCG).

Por maioria dos votos, os jurados resolveram absolver Eduardo do crime de homicídio doloso, já que o réu apenas segurou a vítima enquanto Célio deferia os golpes. Após a absolvição, o defensor público Ronald Calixto Nunes pediu o alvará de soltura do acusado e o arquivamento do caso.

O crime - A Guarda Civil Metropolitana informou à PM que Fábio havia ingerido bebida alcoólica e, alterado, estava causando confusão no local e perturbando tanto os autores quanto outras pessoas no local.

Em certo momento, Eduardo Ferreira, de 18 anos, segurou a vítima, quando Célio desferiu três golpes de faca na região do abdome. O homem foi levado com hemorragia moderada para uma unidade de saúde, no entanto, o quadro evoluiu e ele acabou morrendo.

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2024.