Trabalhador tem até amanhã para sacar abono do PIS de 2016
Sábado | 23 de Março de 2019  |    (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
 (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Quinta-feira | 27 de Dezembro de 2018    16h45

Trabalhador tem até amanhã para sacar abono do PIS de 2016

O prazo para sacar o abono salarial de 2016 termina nesta sexta-feira, dia 28 de dezembro. O Ministério do Trabalho e Emprego afirma que 1,8 milhão de trabalhadores ainda não sacaram o benefício, totalizando R$ 1,3 bilhão.

Fonte: R7
Foto: Ilustrativa

O prazo para sacar o abono salarial de 2016 termina nesta sexta-feira, dia 28 de dezembro. O Ministério do Trabalho e Emprego afirma que 1,8 milhão de trabalhadores ainda não sacaram o benefício, totalizando R$ 1,3 bilhão.

O saque precisava ser feito até 29 de junho, mas o prazo foi prorrogado. O PIS/Pasep 2016 já foi pago para 22,7 mil trabalhadores, somando R$ 16,7 milhões.

Quem perder o prazo para sacar a grana do abono salarial vai perder os recursos, que vão para o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador). Vale lembrar, porém, que houve casos, no passado, de trabalhadores que conseguiram o direito na Justiça.

O abono é pago para os trabalhadores inscritos no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, que tenham trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2016, com salário mensal médio de até dois salários mínimos, e tiveram os dados informados pelo empregador na Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

O valor do abono é definido de acordo com o período trabalhado ao longo do ano. Quem trabalhou todos os dias de 2016 tem direito a um salário mínimo (R$ 954), enquanto quem trabalhou por 30 dias recebe 1/12 do valor total (R$ 80).

Trabalhadores da iniciativa privada devem procurar a Caixa Econômica Federal. A consulta pode ser feita pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-726-02-07. Para servidores públicos, é preciso procurar o Banco do Brasil, que também fornece informações pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-729-00-01.

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2019.