Cientistas desenvolvem útero artificial para ajudar bebês prematuros
ertertert
asdasdasd
Sexta-feira | 28 de Abril de 2017    12h39

Cientistas desenvolvem útero artificial para ajudar bebês prematuros

Ciência

Fonte:

 

Cientistas nos Estados Unidos desenvolveram um útero artificial a partir de uma bolsa preenchida por fluido, conhecida como um suporte extrauterino que pode transformar o tratamento de bebês que nascem extremamente prematuros, aumentando significativamente as chances de sobrevivência.

Em estudos pré-clínicos com cordeiros, os pesquisadores conseguiram simular o ambiente do útero e as funções da placenta, dando a prematuros a oportunidade crucial para desenvolver os pulmões e outros órgãos.

Aproximadamente 30 mil bebês, somente nos Estados Unidos, nascem prematuros em estado crítico entre 23 e 26 semanas de gestação, disseram os pesquisadores a repórteres por telefone.

Nesse período, um bebê pesa um pouco mais do que 500 gramas, seus pulmões ainda não conseguem lidar com o ar e suas chances de sobrevivência são mínimas. A taxa de morte é de até 70 por cento, e aqueles que sobrevivem enfrentam deficiências por toda a vida.

Pode demorar mais 10 anos, mas a pesquisa espera ter um dispositivo licenciado no qual bebês que nascem muito prematuramente têm a chance de se desenvolver em câmaras preenchidas por fluido, em vez de incubadoras com ventilação mecânica.

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2018.