A.E.B adquire carro e colchões para beneficiar portadores de deficiência com verba de emenda
Segunda-feira | 17 de Dezembro de 2018  |    (67) 3291-3668  
 (67) 3291-3668  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Quinta-feira | 06 de Dezembro de 2018    08h50

A.E.B adquire carro e colchões para beneficiar portadores de deficiência com verba de emenda

Fonte: Cesar Rodrigues
Foto: assessoria

A.E.B. (Associação Educacional Beneficente) com sede própria na rua Viriato Bandeira, 650 centro de Coxim, publicitou no último sábado (1º) a emenda já recebida do deputado estadual Maurício Picarelli em parceria com a APONEC que trouxe 30 filiados portadores de necessidades especiais (cadeirantes e outros), parte da população de Coxim entre elas o pastor presidente da assembleia de Deus do Belém Edson de Oliveira, corpo de Obreiros e familiares dos comtemplados com aparelhos (Colchões).
O evento contou com a presença do suplente de Senador Moacir Kohl, Dr. Edilson Magro, engenheiro Civil Carlos Zanin, presidente da APONEC que no qual se deu a oportunidade para Roberto Wada fazer o uso da palavra, cerimonial doutorado em educação, Marcos Lourenço Amorin, e o  presidente da Associação Espedito Coelho  que em sua fala agradeceu ao Deputado Mauricio Picarelli pela aquisição dos 30 aparelhos e do Automóvel Fiat Uno para o bom uso dos mais necessitados na instituição supracitada que desde 1993 sua função  tem se dedicado em levar aos menos favorecidos algo que venha amenizar  o sofrimento e ressaltou ainda  o presidente da associação A.E.B  Espedito Coelho a parceria recebida do Deputado Lídio Lopes em computadores e Parquinho Infantil que está em pleno uso pela população coxinense e também a parceria com o município de Coxim como o vereador  Messias e o empresário Claudionor no esforço  na aquisição da emenda e o cadeirante Roberto Wada.

DORMIMOS 1/3 DA VIDA -  As pessoas dormem em média um terço da vida. Um idoso de 75 anos dormiu aproximadamente 22 anos da existência.  Situado na parte anterior do hipotálamo, o núcleo supraquiasmático (SCN) funciona como relógio biológico. Na ausência de luminosidade, ele envia sinais para a glândula pineal, que passa a liberar a melatonina para o cérebro. 
Esses sinais são bloqueados quando o nervo óptico é estimulado por luz e, então, não ocorre a produção do hormônio. O esquema mostra também a ponte, localizada no tronco cerebral, de onde partem os estímulos para o tálamo, que nos fazem perder a consciência e dormir e controlam nossos movimentos durante o sono. 
Um brasileiro médio passa 23 anos, 9 meses e 7 dias de sua vida dormindo. Isso levando em conta oito horas de sono diárias e a expectativa de vida no país, que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é hoje de 71,3 anos.

 

Mais imagens
www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2018.