Plano de Desenvolvimento do Pantanal é apresentado em Aquidauana
Segunda-feira | 17 de Dezembro de 2018  |    (67) 3291-3668  
 (67) 3291-3668  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Terça-feira | 27 de Novembro de 2018    09h00

Plano de Desenvolvimento do Pantanal é apresentado em Aquidauana

Iniciativa nasceu do programa LIDER, conduzido pelo Sebrae e que resultou no grupo de lideranças Movimenta Pantanal

Fonte: Assessoria
Foto: Assessoria

Foi apresentado em Aquidauana na noite de quinta-feira (22), em evento à comunidade organizado pelo grupo Movimenta Pantanal e o Sebrae/MS, e que contou com a participação de 130 pessoas, o Plano de Desenvolvimento da região Pantanal de MS, idealizado durante os encontros do programa LIDER, Liderança para o Desenvolvimento Regional, programa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.
Desde fevereiro, os participantes se reúnem para tratar da integração e estruturação de ações nos territórios. Foram oito encontros realizados para construir a identidade do grupo e traçar os eixos estratégicos da economia a serem trabalhados na região. São eles: Indústria, Turismo, Agronegócios, Cultura Pantaneira e Sustentabilidade do Meio Ambiente. Na apresentação, foi abordado todo o planejamento que fizeram para estes setores, com prazos de atuação, etapas de elaboração, estimativa de custos e outros.
Segundo o diretor de operações do Sebrae/MS, Tito Estanqueiro, é necessário trabalhar as potencialidades do Pantanal sem exigir que somente o poder público seja o responsável por tomar a iniciativa e fazer acontecer. “Temos que aprender com quem efetivamente contribui dentro do território e conhece suas peculiaridades. É necessário que cada um desses líderes se una e traga mais parceiros para fazer com que a região de fato se desenvolva”. 
Na Indústria, o objetivo é promover a identidade da região como importante parque industrial; melhorar a condição logística para o escoamento da produção; ampliar a competitividade por meio da isenção ou revisão de tributos; e inserir novas potencialidades para a produção industrial. 
No Agronegócio, as metas são disseminar modelos de produção sustentável para a pecuária; estimular a diversificação da produção agrícola do Pantanal; agregar valor aos produtos com a inserção da inovação e tecnologia ao processo produtivo; e promover a identidade cultural do agronegócio do Pantanal. 
No âmbito cultural, o grupo tem a missão de fortalecer junto à comunidade local o “orgulho de pertencer” à cultura pantaneira; promover produtos e serviços culturais; integrar a cultura pantaneira com a cadeia do Turismo; e institucionalizar a governança regional com foco na temática. Já na área turística, pretende-se fortalecer ainda mais a divulgação dos destinos da região.  

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2018.