Após 12 anos, Zeca do PT é inocentado de improbidade por nomear 79 fiscais no Governo
Quarta-feira | 16 de Janeiro de 2019  |    (67) 3291-3668  
 (67) 3291-3668  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Quarta-feira | 07 de Novembro de 2018    09h25

Após 12 anos, Zeca do PT é inocentado de improbidade por nomear 79 fiscais no Governo

Fonte: Midiamax
Foto: Divulgação

Doze anos após ser investigado pelo MP-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) por improbidade administrativa ao nomear 79 fiscais para o governo do Estado enquanto era o governador, Zeca do PT foi inocentado pela 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, segundo publicação do Diário da Justiça desta terça-feira (6).
Zeca, Ronaldo de Souza Franco, então Secretário de Estado e Gestão, José Elias Moreira, que era Secretário de Estado e Meio Ambiente, José Ricardo Pereira Cabral, então Secretário de Receita e Etsuo Hirakawa, que era secretário substituto, foram inocentados.
À época, Zeca nomeou nos últimos quatro meses de gestão 79 fiscais, aumentando a despesa do Estado, o que não é permitido por lei. No entanto, a defesa dos gestores comprovou que eles nomearam os fiscais após uma decisão judicial obrigando-os.
“Reforma-se a sentença para julgar improcedente a ação civil pública por ato de improbidade administrativa, porquanto evidenciado que a nomeação de candidatos excedentes nos 180 dias anteriores ao final do mandato do titular decorreu de determinação judicial, não havendo demonstração de que os requeridos agiram com dolo ou má-fé”, sentenciaram os desembargadores. 

 

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2019.