Juiz suspende concurso da Polícia Civil em MS
Segunda-feira | 17 de Dezembro de 2018  |    (67) 3291-3668  
 (67) 3291-3668  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Sexta-feira | 26 de Outubro de 2018    14h07

Juiz suspende concurso da Polícia Civil em MS

Texto de prova prática vazou pelo whatsapp, diz recurso do MPE

Fonte: Top Mídia News

O juiz David de Oliveira Gomes Filho decidiu nesta sexta-feira (26) suspender o concurso para os cargos de investigador e de escrivão de Polícia Judiciária de Mato Grosso do Sul. O certame está em curso e, segundo o edital, o governo estadual pretende selecionar 210 candidatos aprovados.

De acordo com o MPE (Ministério Público Estadual), que ingressou com pedido de tutela de urgência para suspender o concurso, informou que “vazou um texto que fazia parte da prova prática de digitação, maculando, segundo alega, esta fase do concurso”.

Ainda de acordo com a apelação do MPE, “o mesmo texto era usado em todas as provas de digitação que aconteceram nos dias 08 e 09 de setembro de 2018, pois os candidatos foram divididos em grupos que se sucederam na realização desta prova prática ao longo destes dois dias. Uma das candidatas conseguiu sair do local do exame com parte do texto e o postou num grupo do whatsapp, gerando reclamações variadas que aportaram à porta do Ministério Público”.

De acordo com a decisão do magistrado, “as provas ocorreram ao longo de dois dias porque eram aplicadas a grupos pequenos de candidatos (equivalentes aos equipamentos disponíveis), de modo que alguns fizeram seu exame no sábado e outros no domingo, alguns de manhã e outros a tarde. Esta quebra da regularidade prevista pela comissão organizadora, já que proibia aos candidatos levar consigo o texto posto para digitação, tem um forte potencial de anular efetivamente a fase da prova de digitação, pela quebra da isonomia”.

O MPE, de acordo com o recurso, tentou designar uma audiência de conciliação com a organização do concurso, mas não houve acordo, daí o pedido para suspender o concurso.

O governo estadual ainda não se manifestou.

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2018.