Palestra sobre o "Dia Estadual de Combate ao Feminicídio é realizado em Rio Verde
Domingo | 20 de Janeiro de 2019  |    (67) 3291-3668  
 (67) 3291-3668  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Quarta-feira | 13 de Junho de 2018    08h15

Palestra sobre o "Dia Estadual de Combate ao Feminicídio é realizado em Rio Verde

De acordo com os registros da Delegacia Geral de Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, em 2016 foram 34 casos de feminicídio; em 2017, foram 27 ocorrências e, neste ano, até o dia 31 de maio, já foram registrados 14 casos

Fonte: Assessoria
Foto: Assessoria

A Secretaria Municipal de Assistência Social, através da Coordenadoria de Políticas Publicas para Mulheres, em parceria com o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) realizou na última quinta-feira (07) na escola Estadual Thomaz Barbosa Rangel, palestras sobre o "Dia Estadual de Combate ao Feminicídio".
“A Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres têm um papel muito importante no combate à violência, contribuindo com orientação e coordenação as políticas pertinentes a esta rede de atendimento”, Elisangela Martins, coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres, informou que todo o trabalho da Coordenadoria é realizado com parcerias firmadas entre as instituições que prestam serviços as mulheres em vulnerabilidade devido à violência, e isso contribui para a dinamização das ações em rede.
Mato Grosso do Sul agora tem o Dia Estadual de Combate ao Feminicídio. A lei nº 5.202, que instituiu o dia 1º de junho como marco, lembra a morte da jovem Isis Caroline, ocorrida em 1º de junho de 2015 e tida como o primeiro caso de feminicídio registrado no Estado, após a vigência da Lei 13.104/2015.
De acordo com os registros da Delegacia Geral de Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, em 2016 foram 34 casos de feminicídio; em 2017, foram 27 ocorrências e, neste ano, até o dia 31 de maio, já foram registrados 14 casos.
A lei foi uma iniciativa do Governo do Estado, sugerida pela Subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres, com a intenção de dar maior visibilidade a esse crime cruel, que infelizmente tem vitimado muitas mulheres e acabado com muitas famílias. Vamos falar sobre o assunto e ajudar a conscientizar a sociedade pelo fim da violência contra as mulheres.

 

 

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2019.