Ação alerta população sobre sintomas de Hanseníase e Tuberculose
ertertert
asdasdasd
Terça-feira | 10 de Abril de 2018    10h05

Ação alerta população sobre sintomas de Hanseníase e Tuberculose

A Prefeitura de Coxim, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, e apoio da Secretaria de Estado de Saúde, realizou na última quarta-feira (4), ação de conscientização quanto aos males causados pela Tuberculose e Hanseníase.

Fonte: Assessoria

A Prefeitura de Coxim, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, e apoio da Secretaria de Estado de Saúde, realizou na última quarta-feira (4), ação de conscientização quanto aos males causados pela Tuberculose e Hanseníase. Os servidores distribuíram folhetos informativos e informaram transeuntes e comerciantes da avenida Virgínia Ferreira sobre os sintomas dessas doenças. Dados da Secretaria de Estado de Saúde indicam que, por ano, Mato Grosso do Sul registra, em média, 900 casos novos de tuberculose, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. No dia 24 de março, quando se celebrou o Dia Mundial da Tuberculose, diversas ações foram realizadas nos municípios do Estado, como palestras, dinâmicas e panfletagens.   

Tuberculose Transmitida por vias aéreas, a tuberculose tem cura, mas é importante estar atento aos sintomas, como ressalta a gerente técnica do Programa Estadual do Controle da Tuberculose e Hanseníase da SES, Geisa Poliane. “A tuberculose e uma doença transmitida através de vias aéreas que ataca principalmente os pulmões, mas que também pode ocorrer em outras partes do corpo. É importante estar atenta aos sintomas, é o que ajuda a descobrir a doença precocemente”, explicou. O principal sintoma da tuberculose é a tosse persistente, por mais de três semanas, na forma seca ou produtiva – com produção de muco ou catarro. Outros sintomas podem estar presentes como falta de apetite e/ ou emagrecimento, febre baixa, geralmente à tarde, suores noturnos, cansaço, dores no peito e falta de ar. Felizmente, hoje a doença tem cura e o tratamento, que dura no mínimo seis meses, é gratuito, está disponível no SUS (Sistema Único de Saúde). Geisa faz questão de ressaltar que o mais importante é o paciente não interromper o tratamento. “Mesmo com a melhora dos sintomas, o tratamento não deve ser interrompido e deve ser feito até o fim para que a doença não possa se tornar resistente ao tratamento básico”.  

Hanseníase Outra doença silenciosa e que pode matar é a hanseníase. Uma doença crônica, infectocontagiosa e que acomete principalmente pele e nervos periféricos e tem alto poder de causar incapacidades e deformidade físicas. A Hanseníase pode ser contagiosa quando se entra em contato, próximo e prolongado, com uma pessoa doente sem tratamento. Mas a hanseníase tem cura e o tratamento é gratuito e ofertado pelo SUS. Os principais sintomas da doença são manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas pelo corpo. Na área onde a mancha se forma, a pele perde a sensibilidade térmica, tátil e fica imune à dor. Áreas de pele seca que não suem e com queda de pelos, dor e sensação de choques, fisgadas e agulhadas nos nervos de braços e pernas são alguns dos outros sintomas da doença. (Assessoria)

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2018.