Autoridades aguardam despacho do STF para prender João Amorim
ertertert
asdasdasd
Sexta-feira | 09 de Março de 2018    08h51

Autoridades aguardam despacho do STF para prender João Amorim

Até por volta das 8h da manhã de ontem, autoridades oficiais que devem cumprir a ordem de prisão determinada pelo STF (Supremo Tribunal de Justiça) do empreiteiro João Amorim, investigado por superfaturar obras e fraudar licitações em Mato Grosso do Sul, ainda não tinham recebido o comunicado para cumprir a ordem.

Fonte: Top Midia News

Até por volta das 8h da manhã de ontem, autoridades oficiais que devem cumprir a ordem de prisão determinada pelo STF (Supremo Tribunal de Justiça) do empreiteiro João Amorim, investigado por superfaturar obras e fraudar licitações em Mato Grosso do Sul, ainda não tinham recebido o comunicado para cumprir a ordem.
Terça-feira, o STF derrubou liminar de soltura concedida ao empreiteiro, em maio de 2016, período que a Justiça Federal, em Campo Grande, mandou prender João Amorim.
Amorim é investigado por encabeçar entre os empreiteiros um esquema de fraudes contra os processos licitatórios promovidos, principalmente, pelo governo estadual.
Ele agia dentro de órgãos que coordenavam as licitações e obras, como a Agesul (Agência Estadual de Gestão Empreendimentos) e também na Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação da prefeitura de Campo Grande. Empregados de um de seus empreendimentos, a Proteco Engenharia, cumpriam expedientes dentro dos órgãos públicos. Amorim é, ainda, acusado por corromper servidores públicos.
O despacho do STF será entregue a Justiça Federal, em Campo Grande, que vai acionar a Polícia Federal para o cumprimento da decisão. Amorim mora em Campo Grande num dos bairros mais chiques e caros da cidade. 

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2018.