CNH Digital já funciona em MS, mas condutores relatam dificuldades
Segunda-feira | 17 de Dezembro de 2018  |    (67) 3291-3668  
 (67) 3291-3668  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Sexta-feira | 09 de Fevereiro de 2018    16h48

CNH Digital já funciona em MS, mas condutores relatam dificuldades

Saiba se você já tem a funcionalidade e veja como ativá-la

Fonte: Midia Max

Emitida desde o dia 17 de janeiro de 2018 pelo Detran de Mato Grosso do Sul, a versão digital da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) reproduz com exatidão o documento físico de porte obrigatório e tem, inclusive, a mesma validade legal. Ou seja: os condutores 'esquecidinhos' que tiverem o documento físico com QR-Code no verso poderão evitar a multa de R$ 88,38 e três pontos na carteira caso cometam a infração - basta ativar previamente a funcionalidade no smartphone.No entanto, apesar de estar usual no Estado, muitos usuários ainda reclamam das dificuldades de ativação do serviço, que é gratuito. Primeiramente, porque para quem não tem muita afinidade com as novas tecnologias, o tutorial disponibilizado não é dos mais fáceis e requer um pouco de burocracia. E segundo, porque o 'upgrade' de modelo de CNH (para quem tem o modelo antigo, sem QR-Code) requer ou antecipar a renovação do documento - ao custo de R$ 200,13 - ou, retirar uma segunda via, que sai a R$ 113,00.

 

Para quem já tem o modelo com o QR-Code no verso, o problema mais comum, conforme relatos nas redes sociais, é o aviso de que "A CNH Digital ainda não foi ativada no Portal de Serviços", que ocorre quando é necessária uma atualização cadastral.

Para contornar a situação, de acordo com o Detran-MS, será necessário que o habilitado se desloque até uma agência do Detran que emita CNH (confira no rodapé os locais que efetuam o serviço) e atualize gratuitamente o cadastro, fornecendo informações como e-mail e telefone. Na sequência, o usuário precisará acessar o Portal de Serviços do Denatran na internet, onde outro cadastro será realizado, também sem custo, na sessão "Meus Dados".

Após concluir o cadastro, o habilitado receberá um link por e-mail, que o conduzirá até um endereço virtual de ativação, no qual será fornecido um código para fazer o download do aplicativo. Assim, será gerado um 'pin', que é um código de 4 números', que deverá ser inserido no aplicativo. Somente então o usuário terá acesso liberado à versão digital da CNH.

 

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2018.