BANCÁRIOS da Região Norte acompanharam pelo whatsapp sequestro do gerente do Bradesco de São Gabriel
Sábado | 19 de Janeiro de 2019  |    (67) 3291-3668  
 (67) 3291-3668  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Sexta-feira | 22 de Dezembro de 2017    10h25

BANCÁRIOS da Região Norte acompanharam pelo whatsapp sequestro do gerente do Bradesco de São Gabriel

As informações restritas a grupos de funcionários de estabelecimentos bancários da Região Norte sobre o sequestro do gerente do Banco Bradesco de São Gabriel do Oeste ganharam destaque somente na manhã de ontem.

Fonte: Cesar Rodrigues
Foto: Idest

As informações  restritas a grupos de funcionários de estabelecimentos bancários da Região Norte sobre o sequestro do gerente do Banco Bradesco de São Gabriel do Oeste ganharam destaque somente na manhã de ontem. Todos os gerentes de agências acompanharam apreensivos os desdobramentos do caso após a família do gerente ter sido sequestrada na quarta-feira e levada para um cativeiro na zona rural do município. O servidor foi solto na manhã seguinte para ir ao banco levantar o dinheiro exigido pelos sequestradores. A partir deste momento entrou em ação os agentes do GARRAS (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros). 
Estabelecimentos bancários de Chapadão do Sul - ao longo dos anos - também foram atacados por quadrilheiros com explosivos e aqueles que entrar para roubar aproveitando um descuido  dos funcionários. Há cerca de 30 dias o Bradesco de Chapadão do Sul foi invadido na madrugada e cerca de R$ 230 mil foram levados dos cofres. Os ladrões estão presos e nos desdobramentos estão sendo aguardados.
Já em São Gabriel do Oeste o gerente do Bradesco e sua família foram sequestrado na noite de terça-feira e libertados por volta das 12 horas de quarta-feira (20) de cativeiro localizado na área rural do município. O gerente foi solto no início da manhã, para ir ao banco levantar o dinheiro exigido pelos sequestradores. 
 Segundo informações do delegado Fábio da Silva Magalhães sob coordenação do Garras após negociação com os sequestradores a esposa e filho do gerente foram liberados.  Eles foram encontrados caminhando em uma estrada vicinal próximo de onde era o cativeiro. As vítimas não sofreram agressões e também não foi pago nenhum valor aos sequestradores, que exigiam do gerente, todo o dinheiro do cofre e terminais eletrônicos do banco, para que a família fosse libertada.
 O delegado Fábio relata que as investigações continuam e pede para a população denunciar caso tenha conhecimento de algum fato que possa levar aos sequestradores. O telefone de contato da delegacia de Polícia Civil de São Gabriel do Oeste é o 3295.1480.

 

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2019.