• Painel de Controle
Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018
Expediente      Anuncie      Assine

Coxim - Segunda

14ºMIN22ºMAX

Coxim - Terça

10ºMIN25ºMAX

Coxim - Quarta

13ºMIN25ºMAX

Coxim - Quinta

15ºMIN34ºMAX

Jerry Lewis, histórico comediante, morre aos 91 anos
Comediante marcou história com filmes como O Professor Aloprado

Omelete              21/08/2017    12h18

 

Jerry Lewis, histórico comediante, morreu aos 91 anos. Segundo o site TMZ, o ator, cantor e diretor morreu de causas naturais em sua casa em Las Vegas. A informação foi divulgada pela família de Lewis. 

Lewis foi um dos maiores comediantes da história. Em 1946, ele chegou a fama graças a parceria com Dean Martin, onde ele interpretava um trapalhão e seu eterno amigo fazia o galã que “concertava” tudo.

Jerry estrelou mais de 50 filmes, entre eles a versão original de Professor Aloprado de 1963; o clássico obscuro Rei da Comédia, onde trabalhou ao lado de Martin Scorsese e Robert De Niro; e Cinderelo Sem Sapatos, um de seus papeis mais conhecidos. 

Lewis chegou, inclusive, a trabalhar em um filme brasileiro quando fez uma participação em Até Que a Sorte nos Separe 2, onde fez uma ponta como um funcionário do hotel-cassino onde Tino (Leandro Hassum) e sua família vão se hospedar em Las Vegas. O papel é uma referência ao filme estrelado pelo comediante de 1960, O Mensageiro Trapalhão (The Bellboy). 

A importância do comediante é tão grande que ele conta com duas estrelas na Calçada da Fama de Hollywood – uma por conta de sua contribuição para televisão e outra pelo cinema. 

Famoso por conta de sua filantropia, Lewis recebeu em 2009 um da Academia o Prêmio Humanitário Jean Hersholt, que premia personalidades por suas contribuições humanitárias. Além dele, nomes como Charlton Heston, Oprah Wingrey, Debbie Reynolds e Frank Sinatra contam com essa distinção. 


   
PUBLICIDADE
Dinapoli
PUBLICIDADE
Contato
  • (67) 3291-3668
  • Formulário
  • Denúncia
  • www.diariodoestadoms.com.br
    Você está no melhor portal de notícias da região norte.