• Painel de Controle
Quarta-feira, 28 de Junho de 2017
Expediente      Anuncie      Assine

Coxim - Quarta

18ºMIN30ºMAX

Coxim - Quinta

18ºMIN30ºMAX

Coxim - Sexta

19ºMIN31ºMAX

Coxim - Sábado

19ºMIN29ºMAX

Como cuidar do cabelo durante a transição
Texturização para enrolar os fios, cremes, técnicas… Saiba o que fazer para deixá-lo lindo!

Meus 5 Minutos              22/04/2016    14h07
foto: Thinkstock

Alguns cuidados são muito importantes para manter os cachos hidratados e sem frizz!

 

A transição capilar — quando você decide parar de alisar o cabelo com química — é complicada. Lidar com as duas texturas [alisada e a cacheada] pode parecer um monstro de sete cabeças, mas não é! 

A estudante Tananda Santos, de 20 anos, ficou em transição capilar por seis meses, utilizando canudos e bigudins (saiba como fazer abaixo) para enrolar os fios. Com alisamento desde os 9 anos, já não lembrava mais como era a aparência dos seus cachos. “Eu sofria bullying na escola, era chamada de cabelo duro e vassourinha. Alisei meu cabelo para me parecer com as meninas de cabelo liso do colégio, das revistas, e para ficar mais bonita”, conta. Mas, no fundo, não se sentia confortável com o que via do espelho. “Resolvi voltar aos cachos para conhecer meu cabelo.”

E, no fim das contas, ela se apaixonou pelos cachos. O processo de transição impulsionou a estudante a começar a valorizar sua beleza natural: “Não vivo presa aos padrões de beleza. Me sinto mais confiante, empoderada. O processo de transição capilar e big chop [grande corte para retirar os fios lisos] me fez olhar pra mim mesma com mais amor”. Recentemente, ela conheceu a técnica de low poo (pouco shampoo, em tradução livre), que consiste em eliminar alguns componentes do seu shampoo, como o sulfato e os petrolatos, para evitar retirar a proteção e oleosidade natural dos fios. “Recomendo essa rotina não só para o cacheado, mas também para todo o tipo de cabelo. O sulfato tira toda a produção do couro cabeludo”, explica a cabeleireira Sabrinah Giampá, da Garagem dos Cachos.

Para aderir a técnica, é preciso tomar alguns cuidados: o shampoo com sulfato, que você está acostumada a usar, limpa resíduos de componentes como o óleo mineral, por exemplo. No entanto, a técnica low poo não consegue retirar esses produtos: por isso, é importante ficar atenta ao rótulo para não ficar com o cabelo pesado pelo excesso de componentes. "O sulfato é responsável pela remoção (limpeza) dos resíduos de cremes finalizadores, silicones etc. Então, o ideal é que seja utilizada a linha completa low poo para que não fique nenhum resíduo em seu cabelo”, explica a cabeleireira Lúcia Santana, coordenadora técnica de cabeleireiras do Instituto Beleza Natural. Vá com calma: se quer aderir à técnica, acesse a página No/Low Poo para Iniciantes no Facebook, que atualmente reúne 180 mil pessoas. Lá, é possível compartilhar experiências, tirar dúvidas e entender melhor por onde começar.

Cuidados

Os fios precisam de um tratamento específico. Aposente o shampoo, condicionador e creme para cabelos lisos e ofereça espaço aos produtos para crespos e ativadores de cachos. Algumas dicas importantes:

Dormir com uma fronha de cetim evita que o cacho se abra durante a noite. Além disso, o atrito é menor e evita a formação do frizz;
Procure secar o cabelo com uma camisa de algodão, o que também minimiza o frizz;
O cronograma capilar, que consiste em alternar os tratamentos entre hidratação, nutrição e reconstrução durante as lavagens, pode ajudar a definir os cachos. Cada uma tem uma função específica: a primeira dá brilho e movimento ao cabelo; a segunda diminui o volume e repõe nutrientes; a última diminui a quebra e repara os fios, importante para quem utilizou produtos químicos e fontes de calor;
Evite utilizar chapinha e secador. “É uma tração. Tem cabelos que demoram um tempo para voltar ao formato natural. Quando faz muita escova, o cabelo pode ficar fragiziliado”, explica Sabrinah;
Deixe o seu cabelo secar naturalmente e amasse o comprimento após utilizar um ativador de cachos;
Para evitar o frizz, procure manter o cabelo sempre hidratado. “A dica é lavar os fios com água fria, pois a água quente resseca ainda mais as madeixas”, explica Lúcia, do Beleza Natural.


   
PUBLICIDADE
FB
PUBLICIDADE
Dinapoli
Contato
  • (67) 3291-3668
  • Fromulário
  • Denúncia
  • www.diariodoestadoms.com.br
    Você está no melhor portal de notícias da região norte.