• Painel de Controle
Domingo, 20 de Agosto de 2017
Expediente      Anuncie      Assine

Coxim - Domingo

16ºMIN30ºMAX

Coxim - Segunda

10ºMIN24ºMAX

Coxim - Terça

14ºMIN27ºMAX

Coxim - Quarta

18ºMIN33ºMAX

Desleixo e falta de boa vontade comprometem serviço dos Correios
O Diário do Estado foi a mais recente vítima do descaso dos entregadores ao enviar uma encomenda com documentos confidenciais ao seu escritório de contabilidade situado em Campo Grande

Carlos Pires              15/09/2015    10h12
foto: Carlos Pires

Encomenda retornou com o envelope todo rasgado ao DE

Conhecida nacional e internacionalmente pela pontualidade e zelo na entrega de correspondências os Correios vem perdendo a credibilidade de seus usuários nos últimos tempos pelo atraso, pela falta de boa vontade e pelo desleixo nos serviços prestados.
O Diário do Estado foi a mais recente vítima do descaso dos entregadores ao enviar uma encomenda com documentos confidenciais ao seu escritório de contabilidade situado em Campo Grande. O envio foi realizado no dia 02, na agência central de Coxim. Por se tratar de uma empresa que presta serviços ao comércio em geral o escritório de contabilidades funciona em horário comercial sendo, portanto, respeitado o horário de almoço de seus funcionários. 
Ocorre que por três vezes o servidor dos Correios tentou entregar a correspondência do Diário do Estado justamente no horário do almoço, quando não havia ninguém que pudesse recebê-la. A 1ª tentativa foi registrada no dia 03, às 11h40. A 2ª, no dia 04, às 11h21 e a última no dia 08, às 10h55, segundo relato do entregador grafado no envelope com a marca de destinatário ausente. O Diário do Estado recebeu de volta a encomenda totalmente danificada com o envelope rasgado e com os documentos praticamente expostos.
De acordo com a Diretora Administrativa do Diário do Estado, Elô Dantas, isto mostra a falta de boa vontade do entregador que deveria saber no mínimo que no horário do almoço não haveria pessoa alguma para receber os documentos enviados, e o mais grave de tudo foi receber a correspondência em estado deplorável por se tratar de papéis sigilosos que poderiam cair em mãos erradas.
Indignada, Elô contou também que várias pessoas estão ligando no jornal e reclamando da prestação do serviço dos Correios na entrega de boletos que, geralmente, chegam vencidos aos seus destinos. Clientes do próprio jornal também fizeram reclamações no mesmo sentido. Em contanto com a funcionária Gerorgina, dos Correios de Coxim, Eloíza contou que foi informada que a agência nada poderia fazer e que o Diário do Estado deveria fazer a reclamação pelo fone 0800 em Campo Grande. 
A Diretora Administrativa lamentou o fato e disse que os usuários além de pagar caro pelo envio das correspondências ainda está submetida a este tipo de constrangimento pela falta de boa vontade e pelo desleixo de alguns servidores que colocam em xeque a qualidade dos serviços de uma empresa que antes primava pela credibilidade de seus usuários.


   
PUBLICIDADE
FB
PUBLICIDADE
Dinapoli
Contato
  • (67) 3291-3668
  • Fromulário
  • Denúncia
  • www.diariodoestadoms.com.br
    Você está no melhor portal de notícias da região norte.