MS se torna o 3° do País em velocidade de contágio
Quinta-feira | 02 de Julho de 2020  |    (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
 (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Sexta-feira | 29 de Maio de 2020    15h10

MS se torna o 3° do País em velocidade de contágio

O cenário de controle do novo coronavírus que Mato Grosso do Sul vinha mantendo até poucos dias, começa a se modificar. Pesquisa sobre a taxa de contágio da Covid-19 no Brasil, mostra o Estado com a terceira maior incidência do país atrás apenas de Goiás e Rio Grande do Norte.

Fonte: MS.Gov
Foto: Geone Bernardo

O cenário de controle do novo coronavírus que Mato Grosso do Sul vinha mantendo até poucos dias, começa a se modificar. Pesquisa sobre a taxa de contágio da Covid-19 no Brasil, mostra o Estado com a terceira maior incidência do país atrás apenas de Goiás e Rio Grande do Norte. 

Embora a única medicação disponível no mercado mundial para combater a doença seja o isolamento social, o remédio é amargo e poucas pessoas tem respeitado o pedido de autoridades de saúde de sair de casa só em casos de extrema necessidade.

Nas últimas semanas, MS estagnou nas taxas de distanciamento social e mais de 60% da população segue nas ruas tocando a vida normalmente. A adesão mapeada nesta quinta-feira (28.5) foi de 37%, repetindo o índice pelo terceiro dia seguido, e mantendo o Estado nas últimas colocações no comparativo com as demais unidades da federação.

Com taxa de recolhimento em 36,5% para o dia, Campo Grande ocupa a última posição entre as capitais brasileiras. Nos municípios do interior do Estado, o índice mapeado varia entre 22,2% (Antônio João) e 63% (Taquarussu). A taxa das demais cidades sul-mato-grossenses, pode ser conferida aqui.

Como consequência da baixa adesão ao distanciamento social, mais uma vez a Secretaria de Estado de Saúde (SES) anunciou 94 novos testes positivos para a Covid-19 nas últimas 24 horas. Com a atualização do boletim epidemiológico desta sexta-feira (29.5), Mato Grosso do Sul já contabiliza 1.356 casos confirmados da doença.

O baixo isolamento faz com que mais pessoas fiquem expostas ao vírus, preocupando autoridades regionais que tem pedido de todas as maneiras que a população colabore com o tripé essencial para conter o avanço da pandemia: distanciamento social, higiene e uso correto de máscaras.

 

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2020.