Federação volta atrás e suspende campeonato sul-mato-grossense por tempo indeterminado
Sábado | 15 de Agosto de 2020  |    (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
 (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Quarta-feira | 18 de Março de 2020    13h48

Federação volta atrás e suspende campeonato sul-mato-grossense por tempo indeterminado

Decisão muda acordo de jogos com portões fechados, feito em reunião com os clubes dois dias antes. FFMS ainda informou que retomará as atividades após o restabelecimento da saúde no país.

Fonte: Globo Esporte
Foto: Reprodução/TV Morena

Dois dias depois de confirmar a manutenção do campeonato estadual com jogos de portões fechados, a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) voltou atrás. Nesta quarta-feira (18), o presidente Francisco Cezário divulgou uma resolução suspendendo a competição por tempo indeterminado, como forma de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19).

No documento, Cezário considera o reconhecimento do Covid-19 como pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a necessidade de evitar aglomerações, posicionamento de atletas e sindicato dos árbitros, além de ponderar que a medida de realizar jogos sem público poderia prejudicar os clubes financeiramente, além de impedir "a forma de lazer mais pura da população, o futebol".

Mato Grosso do Sul teve seis casos confirmados do novo coronavírus até esta quarta. Aulas nas redes municipal e estadual de ensino foram suspensas e vários serviços no estado paralisados.

A primeira fase do campeonato sul-mato-grossense terminou no último fim de semana e a competição se encontra, no momento, nas quartas de final. Dos 8 clubes classificados, dois continuam treinando normalmente após a decisão (Aquidauanense e Costa Rica), um já paralisou os treinamentos (Operário), quatro farão reuniões para decidir os próximos passos (Águia Negra, Serc, Comercial e Corumbaense) e o Maracaju anunciou que vai dispensar todos os jogadores e avaliará se retorna ou não para o campeonato.

A principal preocupação das equipes é com a situação financeira dos clubes, que se planejaram para pagar os salários do elenco até abril, quando o torneio normalmente terminaria. Águia Negra e Corumbaense já informaram a possibilidade de também rescindir o contrato dos atletas para depois avaliar se voltam à competição.

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2020.