Governo assina convênio com a Confederação Brasileira de Vôlei para realização da Liga das Nações
Segunda-feira | 28 de Setembro de 2020  |    (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
 (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Quarta-feira | 12 de Fevereiro de 2020    09h20

Governo assina convênio com a Confederação Brasileira de Vôlei para realização da Liga das Nações

A população campo-grandense e de todo o Estado terá a oportunidade de assistir à última apresentação da seleção brasileira masculina de vôlei antes dos Jogos Olímpicos de Verão 2020

Fonte: Fundesporte
Foto: Chico Ribeiro

O governador Reinaldo Azambuja assinou, na última sexta-feira (07.02), o protocolo de intenções junto ao diretor executivo da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Radamés Lattari Filho, para a realização de etapa da Liga das Nações de Voleibol Masculino 2020 em Campo Grande. A parada da competição internacional na Capital receberá as seleções do Brasil, Alemanha, Itália e Rússia entre os dias 19 e 21 de junho no Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis, o Guanandizão, que está sendo reformado, fruto da parceria entre Governo do Estado e Prefeitura Municipal de Campo Grande.
A Cidade Morena voltará a receber a seleção verde e amarela após 16 anos. A última vez em que o selecionado tupiniquim esteve na Cidade Morena foi em 2004, quando derrotou Portugal pela Liga Mundial (hoje, Liga das Nações) em dois confrontos, ambos vencidos por 3 sets a zero. Para sediar o torneio mundial, o Governo do Estado desembolsará R$ 1,3 milhão de recursos próprios à CBV e Federação de Voleibol de Mato Grosso do Sul (FVMS). 
A fase brasileira da Liga das Nações em Campo Grande será a última das três programadas pela CBV e Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Ou seja, a população campo-grandense e de todo o Estado terá a oportunidade de assistir à última apresentação da seleção brasileira masculina de vôlei antes dos Jogos Olímpicos de Verão 2020, que acontecerá em Tóquio, no Japão, de 24 de julho a 9 de agosto. 
“Teremos o maior evento de vôlei a nível Brasil este ano, reinaugurando o Guanandizão, que ficou mais de seis anos fechado. Se a gente não tivesse construído as parcerias, talvez nada disso estivesse acontecendo. Hoje, Estado e Prefeitura têm construído grande parceria, em benefício da população da Capital”, avaliou o governador Reinaldo Azambuja. O prefeito municipal de Campo Grande, Marcos Marcello Trad, reforçou que “investindo no esporte, estamos investindo no futuro do nosso país”.
De acordo com o diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Marcelo Ferreira Miranda, a paixão do governador pelo esporte é o principal fator que colocou Campo Grande e o Estado de Mato Grosso do Sul no cenário de grandes eventos esportivos. “O Reinaldo é apaixonado por esporte. Ele tem uma visão do esporte como política pública essencial ao desenvolvimento da sociedade. Quando chegou a proposta para sediar a Liga das Nações, da parceira com CBV e Prefeitura, de prontidão falou que iria fazer. A gestão do nosso governador também é marcada pelo esporte como ferramenta que proporciona a inclusão social”. 
Hoje, o Guanandizão tem mais de 70% das obras de revitalização concluídas. Para a reforma, o Governo do Estado investiu R$ 1,8 milhão. “A partir da inauguração deste ginásio de alto nível, será um marco na história, um divisor de águas para o esporte de Mato Grosso do Sul. Campo Grande, assim, confirma que é uma das Capitais do esporte em nosso país”, disse o diretor executivo, Radamés Lattari Filho. 

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2020.