Homem morre após ser atacado por galo a caminho da rinha
Quinta-feira | 27 de Fevereiro de 2020  |    (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
 (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Sexta-feira | 24 de Janeiro de 2020    16h50

Homem morre após ser atacado por galo a caminho da rinha

Animal tentou escapar e atingiu homem no pescoço com uma lâmina que estava presa a uma das garras. Ele morreu no hospital

Fonte: Metrópoles
Foto: Divulgação

Um homem morreu após ser atacado por um galo no momento em que levava o animal para uma rinha na quarta-feira (15/01/2020). Saripalli Chanavenkateshwaram Rao, de 50 anos, chegou a ser levado para um hospital, mas sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) e não resistiu. As informações são da CNN.

Rao era morador da vila de Pragadavaram, no estado de Adhra Pradesh, no sul do país. Pai de três filhos, o homem participava regularmente das rinhas.

De acordo com o oficial da delegacia Kranti Kumar, no momento em que chegava ao local da rinha, o galo se agitou e tentou escapar.

O indiano foi atingido no pescoço com uma lâmina, que estava presa à garra do animal. Ele chegou a ser socorrido e levado a um hospital, onde sofreu o AVC.

Prática ilegal

A briga de galos é ilegal na Índia desde 1960. A prática, no entanto, continua sendo um problema no país. À CNN, o administrador da fundação People for Animals da Índia, Gauri Maulekhi, ressalta a negligência sobre estes casos.

“As denúncias são reportadas às autoridades distritais e estaduais, mas elas optam por fechar os olhos. Não é apenas para entretenimento que esses animais são criados para lutar, mas também por conta das apostas pesadas e jogos de azar que acontecem nesses eventos”, disse Maulekhi.

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2020.