Projeto quer reservar 20% das vagas na UEMS para moradores do MS
Sábado | 14 de Dezembro de 2019  |    (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
 (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Sexta-feira | 29 de Novembro de 2019    09h34

Projeto quer reservar 20% das vagas na UEMS para moradores do MS

Fonte: Midiamax
Foto: Midiamax

Pessoas que comprovem morar no Mato Grosso do Sul por 10 anos de forma ininterrupta podem ter reservadas 20% das vagas oferecidas para graduação na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) se um projeto de lei protocolado nesta quinta-feira (28) for aprovada pela Assembleia Legislativa.

De acordo com o texto do projeto, os beneficiados devem comprovar a estadia no Estado pelo período mínimo com apresentação de documentos como histórico escolar, contas de água, luz e telefone, contrato de aluguel, entre outros.

Já na justificativa da proposta consta que ela foi feita “objetivando a garantia de que um maior número de profissionais formados pela UEMS permaneçam em nosso Estado e exerçam aqui as suas atividades, beneficiando, assim a população sul-mato-grossense nas mais diversas áreas”, explica o texto.

Atualmente, a UEMS conta com 8,5 mil alunos de 160 cursos de graduação, mestrado, doutorado e especialização. O autor do projeto, deputado Paulo Corrêa (PSDB), afirma ainda que muitos dos formados no local migram para o Estado com o único objetivo de conquistar seus diplomas e depois retornam para seus estados.

“Ocorre evidente prejuízo ao Estado de Mato Grosso do Sul e, consequentemente, ao povo sul-mato-grossense, tendo em vista que os investimentos realizados pelo nosso Estado para a formação de bons profissionais nas mais diversas áreas não estão sendo aproveitados pela nossa população, mas por moradores de outras regiões”, finaliza.

A UEMS possui 15 campi nas cidades de Dourados, sede da universidade, Campo Grande, Aquidauana, Coxim, Naviraí, Nova Andradina, Amambai, Ponta Porã, Paranaíba, Mundo Novo, Maracaju, Cassilândia, Ivinhema, Jardim e Glória de Dourados.

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2019.