Venda de celular com defeito rende multa de R$ 20 mil às Lojas Americanas em Coxim
Sábado | 19 de Outubro de 2019  |    (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
 (67) 3291-3668  |    67 99983-4015 | 67 99996-1218  
Expediente  |  Anuncie  |  Assine  |  Contato
Sexta-feira | 14 de Junho de 2019    09h00

Venda de celular com defeito rende multa de R$ 20 mil às Lojas Americanas em Coxim

O Procon multou em R$ 20 mil as Lojas Americanas de Coxim.

Fonte: Cesar Rodrigues
Foto: Reprodução

Depois de autuar operadoras de telefonia e banco, o Procon de Coxim multou em R$ 20 mil as Lojas Americanas de Coxim atendendo reclamação de cliente do bairro Senhor Divino que comprou um aparelho celular com defeito sem que empresa resolvesse o problema. Após 90 dias a loja não apresentou uma solução e nem devolveu o aparelho. A informação foi confirmada pelo diretor do Procon local, Fábio Rodrigues de Souza. Descontos de seguro pessoal desautorizados na folha de pagamento de aposentados também é objeto de investigação do Procon e uma empresa já foi multada em R$ 8 mil. 

SEM SOLUÇÃO - O destaque da notificação da Lojas Americanas foi o comparecimento do representante legal da empresa na audiência sem nenhuma proposta para atender o cliente. O celular foi envido para a assistência técnica há 90 dias e não voltou mais. Cansado de esperar o consumidor decidiu buscar seus direito junto ao Procon. 
Existe também muitas reclamações da diferença de preços do produto da prateleira com o valor cobrado no caixa.  Nas redes sociais as reclamações tem sido grande.

DESCONTOS DESAUTORIZADOS - Alguns aposentados de Coxim também estão sendo vítimas de descontos indevidos em folha para custear seguros desautorizados. O Procon está investigando o caso e pelo menos três empresas já foram identificadas. Uma delas acabou autuada em R$ 8 mil. As vítimas também procuram o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que tem recebido reclamações em todo o Brasil. Na maioria das vezes as vítimas nem conhecem os “credores”.

FRAUDE - Segundo especialistas, cobrança feita sem autorização é prática de fraude.  Segundo o diretor do Procon de Coxim esses descontos são “absurdos” e não podem acontecer. Os valores variam entre R$ 40,00 chegando até R$ 80,00 sem que as pessoas mais humildes saibam que estão pagando.  Para acabar com o desconto o segurado deve fazer um requerimento no Procon o mais rápido possível. 
 

www.diariodoestadoms.com.br
© Copyright 2013-2019.