• Painel de Controle
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Expediente      Anuncie      Assine

-

ºMINºMAX

-

ºMINºMAX

-

ºMINºMAX

-

ºMINºMAX

Conscientizar sobre a importância da doação de medula óssea, aumentar o número de doadores cadastrad
A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a comercialização de um lote de pimenta do reino da marca Kitano depois de detectar coliformes fecais acima do tolerado

CG News              21/06/2018    08h20
foto: Divulgação

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a comercialização de um lote de pimenta do reino da marca Kitano depois de detectar coliformes fecais acima do tolerado em amostras do produto.
Conforme apurou o site Uol, o lote proibido em todo o território nacional foi o de número D17BRMP08 5, com validade até 30 de setembro de 2018. O produto é fabricado pela empresa General Mills Brasil Alimentos LTDA.
De acordo com a agência, uma análise feita em laboratório constatou a presença de coliformes fecais a 45°C, o que indica a contaminação do alimento. Além disso, foi detectada a presença da bactéria Escherichia coli.
Ainda de acordo com o Uol, a legislação brasileira tolera a presença de pelo de ratos, pedaços de moscas, baratas, aranhas, formigas, areia, pelo humano, teias e até excrementos de animais, desde que estejam dentro de um limite, para que “sujeira” não cause problemas de saúde para o consumidor.
A fabricante ainda não se manifestou sobre o assunto.

 


   
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Contato
  • (67) 3291-3668
  • Formulário
  • Denúncia
  • www.diariodoestadoms.com.br
    Você está no melhor portal de notícias da região norte.